A Medicina Biomolecular foi regulamentada pelo Conselho Federal de Medicina na Resolução 1500/1998 e homologada na Resolução 1938/2010 com a assessoria da Associação Brasileira de Medicina Biomolecular.
Biblioteca de Doenças


Vacina Anti-Brucélica
Dr. Genésio da Veiga


É O MELHOR TRATAMENTO DO APARELHO LOCOMOTOR
VACINA ANTIBRUCÉLICA - ELIMINA AS INFLAMAÇÕES SEM EFEITOS COLATERAIS

Já citamos os resultados na:
  1. D.O.R.T - L.E.R. - Regressão de casos do grau IV, aposentados por invalidez reassumem os trabalhos;
  2. ARTRITE REUMATÓIDE - Doentes no leito ou em cadeira de rodas, considerados "IRRECUPERÁVEIS" regridem os sintomas, suprimem os medicamentos usuais, inclusive os corticosteróides, muitos retornando aos afazeres domésticos ou profissionais:
  3. ESPONDILITE ANQUILOSANTE - Melhora das dores e movimentos;
  4. GOTA - Impede a inflamação eliminando as dores e as "Crises de Gota" ;
  5. ARTROSE - Recuperação de pacientes com indicação cirúrgica;

Conseguimos os resultados citados com a IMUNOESTIMULAÇÃO DA VACINA ANTIBRUCÉLICA, que injetada em doses crescentes aumentam a gamaglobulina 19-S, o superóxido dismutase e catalase, eficientes antiinflamatórios e antioxidantes que reunidos potencializam seus efeitos.

O aumento da gamaglobulina foi demonstrado por Meiselas e Cols. quando injetaram em doentes de Artrite Reumatóide, toxóides e vacinas de bactérias do grupo Gram-negativas, verificando que somente as brucelas incentivavam e corrigiam a Imunidade em decorrência das suas propriedades. Detalhes no Ítem " BRUCELOSE".

As endoproteínas de bactérias produzem o superóxido dismutase e catalase, antiinflamatórios e antioxidantes.

O metabolismo celular, as inflamações, a respiração, etc. liberam os chamados "Radicais Livres", que não sendo neutralizados rompem a membrana das células provocando distúrbios no metabolismo e consequentemente a sua destruição. Se for em grande número pode lesar todo ou grande parte do tecido dos órgãos, são também intermediários de várias doenças, inclusive inflamações.

Para neutralizá-los existem vários elementos, como um sistema de enzimas constituído inclusive pelo superóxido dismutase e catalase.

O superóxido dismutase atua nos processos inflamatórios localizados onde a fomação de radicais livres é muito grande encontrandose até no líquido sinovial.

A catalase neutraliza o peróxido de hidrogênio, produto da degradação dos ácidos graxos, aminoácidos e outros.

Além das propriedades imunológicas citadas a Vacina Antibrucélica tem as seguintes características:

a) ATÓXICA;

b) ELIMINA AS INFLAMAÇÕES ARTICULARES;

c) RESTAURA AS ARTICULAÇÕES;

d) MELHORA O ESTADO GERAL;

e) EVITA INFECÇÕES INTERCORRENTES.

a) ATÓXICA - Contém somente a endotoxina bacteriana, isenta de produtos químicos. Sem efeitos colaterais durante ou após sua aplicação, não precisa de exames de laboratório para controle, podendo ser usada durante longo tempo, inclusive por DIABÉTICOS, GESTANTES, HIPERTENSOS, SEM LIMITE DE IDADE.

A inoculação em camundongos com 23 gr. de peso, da dose máxima (1,0 cm3) da vacina mais concentrada (1/5) usada no homem, não provocou lesão alguma no fígado, baço, coração, pulmões, rins e cérebro, apesar da disparidade do peso.

b)ELIMINA AS INFLAMAÇÕES ARTICULARES - A vacina não tem efeito analgésico, a diminuição das dores só ocorre quando regridem as inflamações e quando desaparecem, ficam sem sintomas. É indispensável fazer o tratamento de consolidação com a dose de 1,0 cm3, mesmo que tenham desaparecido todos os sintomas para evitar as recaídas.

c)RESTAURA AS ARTICULAÇÕES - Quando terminam as inflamações acabam as dores, deformidades congestivas, edema e calor, restabelecendo-se a função articular, para haver a sua recuperação total é indispensável iniciar a vacina antes das seqüelas irreversíveis.

d)MELHORA O ESTADO GERAL - As inflamações produzem manifestações gerais com febre, moleza, perda do apetite. As dores intensas, constantes, a piora das deformidades, o receio de terminar inválido, principalmente com as afirmativas pessimistas de impossível regressão quando afirmam: "É INCURÁVEL". Os pacientes são levados à angústia, depressão, agravados pelos medicamentos como: a cortisona que provoca alucinações, confusão mental, mania de suicídio, etc.

A Vacina Antibrucélica eliminando os sintomas, suprimindo os medicamentos, produz alívio e esperança regredindo os sintomas psíquicos.

e) EVITA INFECÇÕES INTERCORRENTES - O aumento dos anticorpos protege o organismo das infecções e inflamações

  • INDICAÇÕES
  • INFLAMAÇÕES DO APARELHO LOCOMOTOR;
  • DISTÚRBIOS IMUNOLÓGICOS;
  • IMUNODEFICIÊNCIA.

COMPOSIÇÃO

A ENDOPROTEÍNA é obtida da cultura das brucelas que serão mortas, lisadas libertando a proteína do seu corpo (endoproteína), que isolada constitui a solução padrão, que será diluída em concentrações crescentes em 2 Etapas.

A 1a Etapa consta de 5 vidros para aplicações intradérmicas, fazendo o Esquema Básico de 20 aplicações, com intervalos de 3 a 4 dias.

Na 2a Etapa são subcutâneas iniciando-se com 0,1 cm3 em doses crescentes até 1,0 cm3, dose máxima que será repetida durante bastante tempo para consolidar as melhoras e evitar recaídas, até que seja dada alta médica.


CUIDADOS INICIAIS

As articulações inflamadas provocam espasmos musculares, que levam à posições menos dolorosas, mas podem determinar deformidades irreversíveis, como os travesseiros embaixo dos joelhos, que aliviam as dores, ocasionando soldaduras em semiflexão, impossibilitando depois à locomoção. Se usar o citado travesseiro é indispensável, permanecer certo tempo em decúbito ventral, em leito firme para obrigar a extensão dos joelhose das articulações coxofemurais.

Os pés devem permanecer na posição normal de 90o, se necessário com proteção para que o peso das cobertas não provoquem a queda porque dificultará o andar.

Os membros superiores devem ter postura correta com uso de tala por pouco tempo para evitar soldaduras. É indispensável movimentar as articulações com exercícios suaves e lentos para diminuírem os espasmos, atrofias musculares e rigidez de preferência após banho quente.

Na Artrite Reumatóide Juvenil (Still), é necessário o acompanhamento de oculista e radiografias da coluna cervical.


RECOMENDAÇÕES

As vacinas aumentram os anticorpos que irão atuar nos locais inflamados, podendo ocasionar congestão e pequeno aumento das dores, reação 24-48 hs após a aplicação.

É FUNDAMENTAL EVITÁ-LAS PARA SE OBTER MELHORES RESULTADOS, diminuindo-se as doses, repetindo-se 5 vezes a anterior bem tolerada, tentando-se depois à que provocou a reação.

O paciente deverá continuar com os medicamentos habituais em uso porque se forem suprimidos no início do tratamento com as vacinas, haverá aumento das dores não podendo ser determinado se foi reação. Quando a vacina atingir doses suficientes para diminuir a inflamação articular com regressão das dores, serão, gradativamente retirados todos os medicamentos.

Se o paciente estiver usando corticosteróide (cortisona), tem que ser DIMINUÍDO LENTAMENTE. A parada brusca provoca intensa moleza podendo chegar à apatia, aumento das dores articulares e musculares, náuseas, vômitos, perda do apetite, febre, confusão mental, desorientação, convulsões, etc.

 

 

 

© 2004 Associação Brasileira de Medicina Complementar. Todos os Direitos Reservados Rua Conde de Porto Alegre , 1985 - Campo Belo
São Paulo - SP - CEP: 04608-003
Tel.: 11-5093-5685